SPA sedia reunião sobre segurança de cargas perigosas

Publicado em 24.ago.2020 - 10:39

A Santos Port Authority (SPA) sediou, na última sexta-feira (21), reunião com autoridades de segurança para debater a fiscalização de cargas perigosas no Porto de Santos e polo industrial de Cubatão.

O encontro foi solicitado pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e contou com a participação da Marinha do Brasil, Exército, Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministérios Públicos Federal e Estadual, Polícia Militar, Receita Federal, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Defesa Civil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras entidades civis.

O Porto de Santos movimenta todo tipo de carga, sendo que as consideradas perigosas cumprem rigorosos protocolos de segurança e controle aprovados pelos órgãos competentes.

Na reunião, especialistas destacaram que a presença de cargas perigosas, independentemente dos volumes, não é um problema em si, pois é necessário haver uma combinação de vários fatores de riscos para causar um eventual acidente – como condições inapropriadas de armazenamento, alta temperatura, existência de produtos inflamáveis no mesmo local, entre outros.

“Reforçamos nosso compromisso com a segurança, que é a nossa máxima prioridade, não apenas com as operações, mas, sobretudo, com a população”, disse o presidente da SPA, Fernando Biral.


Termo de privacidade