Clique no logo para voltar
Click on logo to return
Pulse el logo para volver
voltar / back Companhia Docas
do Estado de São Paulo
CODESP

Resoluções da Presidência
e atos administrativos


RESOLUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 47.2001, DE 22 DE MAIO DE 2001
Reitera o inteiro teor da resolução dp nº 59.2000, conclama todo o pessoal ao engajamento voluntário no esforço nacional de redução do consumo de água e energia elétrica e dá outras providências.

O DIRETOR - PRESIDENTE da COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso I do Artigo 18 do Estatuto e, considerando:

- o Decreto Nº 3818, de 15 de maio de 2001, que revogou o Decreto Nº 3330, de 06/01/00, mencionado na Resolução DP Nº 59.2000;

- a necessidade que o país terá de fazer racionamento de energia elétrica;

- que a escassez dos recursos hídricos naturais e o baixo nível dos reservatórios do país aumentam as possibilidades concretas de possível racionamento também de água;

- as notícias veiculadas na imprensa local dando conta da autonomia do Porto de Santos em energia elétrica;

- que o excedente economizado em energia é vendido às concessionárias para abastecimento dos municípios da Baixada Santista;

- que, não obstante os interesses econômicos, esta CODESP está preocupada com os efeitos prejudiciais que possíveis cortes de energia provocarão à comunidade e, no intuito de minimizá-los, apesar de autônoma na geração de energia para suas necessidades, é solidária aos esforços nacionais,

RESOLVE:

1- Reiterar o inteiro teor da Resolução DP nº 59.2000, de 28 de junho de 2000;

2- Conclamar todo o pessoal ao engajamento voluntário nos esforços nacionais para redução do consumo de água e energia elétrica;

3- Determinar aos Porteiros dos Edifícios desta CODESP que verifiquem e providenciem o desligamento de luzes e equipamentos em dependências ociosas, nos horários de almoço e após as jornadas de trabalho, bem como as luzes de fachadas, painéis e jardins, sem prejudicar a segurança;

4- Divulgar e orientar os empregados, com as medidas que seguem anexo, sobre como reduzir o consumo de energia elétrica, diminuindo o racionamento que entrará em vigor em 1 de junho próximo.

Esta Resolução entra em vigor à partir desta data.

Fernando Lima Barbosa Vianna
Diretor-Presidente