Codesp patrocinará 12 projetos em 2018

Página Inicial > Press Releases > Codesp patrocinará 12 projetos em 2018

Publicado em 25 Janeiro 2018 - 09:13


Novos projetos enriquecem o portfólio de patrocínios da Codesp, somando-se a outros que já trazem benefícios à região

Doze projetos desenvolvidos na Baixada Santista envolvendo ações sociais, culturais, de meio ambiente e esporte serão patrocinados pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) neste ano. O diretor-presidente da empresa, José Alex Oliva, e o diretor de Relações com o Mercado, Cleveland Sampaio Lofrano, se reúnem no próximo dia 30 deste mês, às 15 horas, no edifício-sede da Autoridade Portuária, com os representantes dos projetos para entrega dos contratos e apresentação dos procedimentos para prestação de contas.

O presidente José Alex Oliva explica que desde 2014 a Codesp busca, por meio dos patrocínios de eventos, ampliar a percepção positiva da marca Porto de Santos, bem como o incentivo às ações socioculturais voltadas para a relação Porto-Cidade. A Codesp introduziu novos projetos em seu portfólio de patrocínios neste ano, viabilizando iniciativas sociais, ambientais e culturais importantes para a região e mantendo as parcerias que já trazem benefícios.

A seleção dos projetos a serem patrocinados neste ano envolveu 65 propostas e levou em conta a capacidade de reconhecimento da sociedade e a eficiente utilização dos recursos financeiros da empresa. Dos doze patrocínios, cinco já receberam o benefício em 2017. Há quatro anos a Codesp investe em patrocínios de caráter institucional para projetos culturais e esportivos, por meio das leis de incentivo fiscal (Lei Rouanet e de Incentivo ao Esporte), e para projetos sociais e ambientais, com recursos próprios.

A Pinacoteca Benedicto Calixto, um dos principais aparatos culturais da cidade de Santos, é um dos cinco projetos que voltou a receber patrocínio em 2018. No ano passado, a instituição sediou uma exposição comemorativa aos 125 anos do Porto de Santos.

Os patrocínios selecionados para 2018 foram:

Descida das Escadas de Santos

A prova de ciclismo Descida das Escadas de Santos é uma referência da modalidade Downhill Urbano no Brasil. A disputa chega a sua 16ª edição, televisionada nacionalmente pela Rede Globo e internacionalmente pela Globo Internacional, e conta com 100 atletas por edição, recebendo competidores do Brasil e outros países. O evento gera grande impacto positivo nas comunidades dos morros santistas, movimentando e mobilizando os moradores e diversos agentes públicos e privados em função destas comunidades e contribuindo para a difusão do esporte.

Santos Jazz Festival

O Santos Jazz Festival é uma iniciativa pioneira que promove o acesso a música essencialmente brasileira nas vertentes do jazz em Santos e região. Apresenta anualmente uma programação extensa que inclui músicos da região, nacionais e internacionais, contribuindo para o fortalecimento de Santos como um pólo cultural. Durante quatro dias, são montados palcos em lugares abertos da cidade onde o público tem a possibilidade de apreciar ampla grade musical e se qualificar por meio de workshops diversos.

Pinacoteca Benedicto Calixto

A Pinacoteca Benedicto Calixto é um dos principais aparatos culturais da cidade de Santos, recebendo mostras temporárias, apresentações musicais e teatrais, e com um importante acervo do pintor santista que lhe confere o nome. O casarão de 1900, tombado e administrado por uma entidade sem fins lucrativos, abriga exposições temporárias e de longa duração, apresentações musicais e eventos diversos, apoiando, divulgando e acolhendo, em suas instalações, manifestações artísticas e culturais da região.

Mantas do Brasil

Por meio da pesquisa marinha, divulgação científica, educação ambiental e ações de preservação da maior espécie de arraia do mundo, que é incidente no litoral da região (Manta birostris, desde 2012 categorizada como vulnerável à extinção), o projeto Mantas do Brasil visa conscientizar as novas gerações para que atividades predatórias sejam evitadas.

Atuando com programas de conscientização em comunidades de pescadores, escolas e feiras náuticas, e na coadministração do Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, o Mantas do Brasil é um importante projeto ambiental para a preservação do ecossistema marinho do Estado de São Paulo.

Guerreiros sem Armas

O Instituto Elos atua desde 2000 com intervenções ativas em comunidades de risco e baixa renda, buscando o desenvolvimento social das regiões e populações impactadas de forma permanente e sustentável. No projeto Guerreiros sem Armas, buscam atingir comunidades carentes por meio da formação de lideranças e desenvolvimento dos pilares socioeconômico, sociocultural e socioambiental. O projeto é reconhecido internacionalmente e, desde 1999, já formou 519 pessoas de 49 países em 10 edições, atuando diretamente em 27 comunidades no Brasil e no exterior.

FESCETE – Festival de Cenas Teatrais

Idealizado por um grupo de artistas, o Festival de Cenas Teatrais (FESCETE) promove há mais de 20 anos a formação de novos talentos e o intercâmbio cultural entre profissionais das artes e público. O festival conta com a participação de mais de 1.200 artistas da dança, teatro, música, poesia e artes visuais, fomentando a cultura regional por meio de cursos, debates, workshops, apresentações e exposições amplamente acessíveis à população da região de Santos.

Grande Ação: “Oceanos Livres de Plásticos”

O projeto “Oceanos Livres de Plásticos”, liderado pelo Instituto Pólis, está alinhado às mais recentes iniciativas internacionais para enfrentamento da poluição nos oceanos e redução da produção de resíduos. Por meio da promoção do debate e sensibilização da opinião pública, a Grande Ação realiza ações educativas, exposições e rodas de discussões entre especialistas e comunidades, com o objetivo de engajar os diversos atores sociais no tema do consumo consciente e manejo de resíduos, colaborando para a formação de uma consciência coletiva sustentável e prática.

Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental em Santos

Evento cultural de caráter educativo, a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental torna acessíveis exibições de produções audiovisuais nacionais e internacionais, difundindo a conscientização e a discussão sobre as temáticas socioambientais. As projeções, que incluem filmes, inclusive voltados para o público infantil, são seguidas de rodas abertas de debate com participação de profissionais da área ambiental, acadêmica, cineastas, representantes de empresas, ONGs e comunidades.

A mostra já passou por seis edições e chegou ao alcance de público de 160 mil pessoas por 30 cidades paulistas, o que mostra a pertinência e o interesse cada vez mais urgente sobre a temática promovida pela mostra.

Cine na Praça

Realizado desde 2012, o Cine na Praça promove o contato com o cinema para um público amplo e de forma gratuita, aproximando as pessoas de maneira irrestrita, democrática e inovadora. O projeto foi a primeira e única ação de cinema “open air” com programação perene e acesso livre, já tendo atingido um público estimado em 100 mil pessoas. As projeções são realizadas em alta definição e com som digital, garantindo a qualidade de exibição de produções voltadas para público amplo. Somado a isso, as obras passam por uma seleção que privilegia obras que favoreçam o debate e a discussão social, promovendo o acesso à cultura e a formação cidadã.

Projeto Guri

Com 22 anos de projeto social, o Projeto Guri é uma das grandes iniciativas nacionais de promoção da cidadania por meio da educação musical e prática coletiva da música. Em Santos, o Projeto Guri mantém um dos seus polos regionais, onde são desenvolvidos grupos de referência responsáveis por formar crianças, adolescentes e jovens que se encontram, em grande parte, em situação de vulnerabilidade social. O objetivo primordial da ação é alcançado pelo trabalho contínuo desses grupos e se baseia no pilar do projeto: o desenvolvimento social e cultural para a construção de uma sociedade mais pacífica, justa e igualitária.

Banda Musical e Coral – Lar das Moças Cegas

O Lar das Moças Cegas é uma referência de trabalho de assistência ao deficiente visual na região e como parte deste esforço, a Banda e Coral do Lar das Moças Cegas desenvolve a inclusão e autoestima dos portadores de deficiência por meio da prática musical. No projeto Banda Musical e Coral são atendidos alunos jovens e adultos, onde a música orquestrada e o canto são meios de inserção e desenvolvimento pessoal, gerando impacto positivo tanto na vida dos alunos atendidos quanto na comunidade que se beneficia das apresentações públicas do grupo.

O Som das Palafitas

O Som das Palafitas é um projeto de ocupação popular que acontece em formato de festival de música em quatro edições mensais ao longo do ano, promovendo a democratização do acesso à cultura por meio de apresentações abertas. Além de divulgar a produção cultural local, os eventos propiciam a inserção da população carente que vive nas palafitas e região da zona noroeste de Santos, dando a chance do público que vive em área de vulnerabilidade ter maior acesso à cultura. A iniciativa também trabalha objetivos paralelos como a transformação social e a geração de renda da comunidade local, por meio da movimentação que as apresentações proporcionam nas comunidades envolvidas.

Assessoria de Comunicação Social
Companhia Docas do Estado de São Paulo
Autoridade Portuária

Av. Conselheiro Rodrigues Alves, s/nº . Macuco . Santos/SP . Brasil
Tel.: +55 (13) 3202-6410
comunicacaosocial@portodesantos.com.br | www.portodesantos.com.br