Planejamento estratégico

Página Inicial > Relações com o mercado > Planejamento estratégico

Planejamento estratégico

No planejamento estratégico da Codesp merecem destaque as revisões feitas na tarifa portuária, no Plano Mestre, no Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Santos (PDZPS), na poligonal do Porto, a regularização fundiária de áreas da União e os estudos de obras para otimização morfológica, náutica e logí­stica do canal de acesso ao Porto de Santos, em desenvolvimento pela Universidade de São Paulo (USP).
Com relação à sua gestão, a Codesp adotou novo modelo que permite reforçar seus valores originais e criar uma cultura organizacional com mentalidade de inovação, buscando crescimento e comprometimento com altos padrões de segurança, qualidade dos serviços e sustentabilidade. Essas caracterí­sticas são o alicerce do Projeto de Modernização da Gestão Portuária (PMGP), que tem por objetivo conduzir a Empresa e o Porto de Santos na rota da nova identidade empresarial, estabelecida em 2014, rumo a excelência operacional, gerando benefí­cios sociais e retorno financeiro para seu custeio e investimentos.

Compõem boa parte do trabalho desenvolvido, a definição e preparação das ações que garantirão a modernização da gestão portuária no âmbito corporativo e na logí­stica integrada do setor. A elaboração do Plano Mestre do Porto é uma delas. Esse estudo envolverá a reavaliação das capacidades e projeções de demandas e considerará as perspectivas previstas no Plano Nacional de Logí­stica Portuária (PNLP), essencial para elaboração do Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Santos (PDZPS). Os estudos para identificação do perfil de navios que frequentarão o Complexo Portuário Santista, em andamento pela Universidade de São Paulo (USP), visando futuras dragagens, é outra iniciativa fundamental para o funcionamento eficiente do Porto.
A criação da área de Tecnologia da Informação e Comunicação, buscando uma gestão integrada e a sinergia dos processos, serviços e contratos também foi um passo importante nessa direção. Junta-se a essas iniciativas a implantação do sistema Cadeia Logí­stica Portuária Inteligente (Portolog), que objetiva sincronizar a chegada dos navios e das cargas nos terminais, a programação e o credenciamento de veículos para uso racional e utilização da plena capacidade de acesso ao Porto.

A Codesp implementou, também, um sistema de metas de desempenho, que visa estabelecer resultados e metas de gestão com o uso de indicadores econômico-financeiros, técnico-operacionais e socioambientais. O sistema constitui-se em uma ferramenta aplicada à busca da melhoria da eficiência financeira e operacional da empresa.

A adoção de indicadores de gestão na implementação da governança, norteiam as ações da empresa e são ferramentas capazes de mensurar a efetividade das suas ações, na busca pelos padrões de excelência em todas as dimensões da sua atividade, englobando os resultados, sua eficiência e a satisfação dos usuários do Porto. É de extrema relevância nesse processo o desenvolvimento de lideranças e o trabalho em equipes multidisciplinares, promovendo a comunicação efetiva e sincronizada entre as áreas da empresa, socializando informações que tornem as decisões melhores e eficazes.

A implementação de novas tecnologias tem sido um dos caminhos para que a empresa obtenha eficácia em sua gestão, através da adoção das melhores práticas do mercado, e do planejamento da adequação tecnológica. Destacam-se três áreas de atuação: a primeira envolveu a implantação de uma sólida governança em tecnologia da informação, baseada na adoção dos arcabouços COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies), objetivos de controle para informação e tecnologias relacionadas e ITIL (Information Technology Infrastructure Library), uma biblioteca de infraestrutura de tecnologia da informação. Através dessas ações foi possí­vel desenvolver normas especí­ficas para a área de tecnologia da informação, atualização do Plano Diretor de Tecnologia da Informação e criação de um Plano de Segurança da Informação.

A segunda frente abrangeu a implantação do Enterprise Resource Plan (ERP), sistema integrado de gestão empresarial da SAP, e a terceira a licitação do Vessel Traffic Management and Information System (VTMIS), novo sistema que auxiliará no conhecimento e visualização do tráfego marí­timo, em tempo real, integrando as atividades e operações portuárias necessárias para uma melhor administração do porto.

O ERP garante maior produtividade e eficiência, facilitando e agilizando o cumprimento das metas da empresa. Além disso, viabiliza a integração virtual entre os setores da Companhia, dando visibilidade aos processos no âmbito da empresa. O sistema liga atividades de diversas áreas da empresa, permitindo, futuramente, integrá-las a outros agentes, como terminais portuários.

A instituição da Comissão Nacional das Autoridades nos Portos (Conaportos) do Porto de Santos, em 08 de abril de 2013, foi um importante passo para aprimorar sua gestão. Coordenada pelo diretor presidente da Codesp, a comissão local vem oferecendo aos agentes que interagem no complexo a oportunidade de discutir e encaminhar questões importantes para o desenvolvimento das operações portuárias, buscando soluções em ní­vel local e em instâncias superiores.