Inicio do Menu


Inicio do conteudo

PAM do Porto de Santos faz balanço para comunidade

Publicado em 17.ago.2017 - 11:38

A estrutura, atuação e resultados obtidos pelo Plano de Ajuda Mútua (PAM) do Porto de Santos foram apresentados à comunidade da Baixada Santista na manhã desta quinta-feira (17/08), durante reunião mensal de seus integrantes, no Centro de Treinamento da Codesp. O encontro apresentou, ainda, apresentações do 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros e do Grupamento Marítimo dos Bombeiros (GBMAR).

O Coordenador Geral do PAM, Evandro Lourenço, falou sobre o resultado das ações do PAM no primeiro semestre deste ano e explicou que um dos princípios do PAM é mostrar à comunidade o que tem sido feito. Contou também que o PAM do Porto de Santos tem como função principal apoiar e fornecer recursos materiais e humanos ao Corpo de Bombeiros em ocorrências de origem ampliada. Além de apoiar a corporação, o PAM vem realizando atividades voltadas a prevenção de acidentes, através de simulados e reuniões conjuntas com os brigadistas dos terminais, visando atendimento, de forma integrada, às ocorrências de emergência que possam acarretar danos às pessoas, ao patrimônio e ao meio ambiente.

Cabe destacar o envolvimento da comunidade nos planos de emergência, objetivando ampliar as informações para os cidadãos que vivem no entorno dos terminais, prestando esclarecimentos sobre suas atividades, os riscos envolvidos e os procedimentos a serem adotados em situações de emergência. “O PAM vem passando por constante aprimoramento e, através dos simulados, procura-se identificar e corrigir falhas para que, em situações reais, as respostas sejam rápidas e eficientes”, menciona Evandro Lourenço.

No evento,  também foi detalhado o mapeamento das rotas de fuga e acesso, que facilitarão a chegada aos locais das ocorrências, o balanço dos últimos simulados realizados e anunciado o próximo simulado programado para este segundo semestre.

Para minimizar o tempo de resposta às ocorrências, o Porto foi dividido em 8 áreas de atendimento, criando grupos menores de terminais por área. Dessa forma, o treinamento entre eles é mais eficaz, fazendo com que todos conheçam o risco da área e, em caso de atuação, haja sincronismo entre todos os envolvidos, tornando o atendimento a ocorrência muito mais rápido.

Para esclarecer como atuam as unidades do Corpo de Bombeiros em terra e no mar, foram feitas apresentações pelo Major da Polícia Militar Daniel Tenório dos Santos, Comandante Interino do 6º Grupamento de Bombeiros/Santos, responsável pelas operações em terra, e pelo Major da Polícia Militar Walmir Magalhães Salles, Sub-comandante do GBMAR, que atua no mar.

O coordenador geral do PAM contou também que, a partir de 2015, após o incêndio da Ultracargo, a gestão do plano sofreu profundas mudanças, aperfeiçoando sua brigada, mapeando rotas de fuga, realizando simulados com o objetivo de preparar a unidade para dar respostas rápidas e eficientes em casos de incidentes no Porto. Hoje,  integram o PAM do Porto de Santos os 39 terminais pertencentes à área do Porto Organizado.

No evento,  ocorreu, ainda,  a posse do novo coordenador de Logística do PAM do Porto de Santos, Helio Azevedo, cujo o papel será organizar os acessos das equipes aos terminais sinistrados.

A coordenadora de marketing do PAM, Cecília Prado, anunciou que a Codesp inscreveu o Plano de Ajuda Mútua do Porto de Santos no Prêmio Antaq 2017, na categoria “Iniciativa Inovadora”. O Prêmio ANTAQ 2017 contempla iniciativas que se destaquem por sua contribuição na melhoria da prestação de serviços de transportes aquaviários à sociedade, fomenta a pesquisa e a produção acadêmica e dissemina as boas práticas na operação e gestão do setor.


Termo de privacidade